Laticínios Piracanjuba confirma investimentos de R$ 110 milhões

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Novas unidades industriais serão instaladas em São Jorge D'Oeste e Sulina.

O diretor-superintendente da empresa de laticínios Piracanjuba, Cesar Helou, confirmou dois novos investimentos na região Sudoeste do Paraná que, somados, atingem o valor de R$ 110 milhões. A previsão é que os empreendimentos gerem 370 empregos diretos. Cesar Helou esteve no Palácio Iguaçu, em Curitiba, quarta-feira, 14, e deu a notícia para o governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD).
O governador destacou a importância para o Paraná receber uma marca tradicional. “Isso gera emprego e renda para uma importante região do Estado. Uma empresa que colabora com o produtor e vem para ajudar o agronegócio paranaense”, afirmou Ratinho Júnior.

LEIA MAIS


A primeira unidade, na cidade de Sulina, começa a funcionar em setembro. Com capacidade de processar 150 mil litros de leite por dia e investimento de R$ 30 milhões, a indústria vai gerar no primeiro momento 70 empregos diretos na produção de queijo fatiado. Já a construção da unidade de São Jorge D’Oeste começa em 2020, ao custo de R$ 80 milhões, criando 300 empregos diretos.

Governo à disposição
O governador colocou a estrutura do Governo do Estado à disposição da Piracanjuba para abreviar o processo de instalação das novas unidades. “Recebemos todo o apoio para que as obras não tenham atrasos, principalmente quanto à necessidade de infraestrutura e energia”, disse Helou. “É um Governo que se preocupa em eliminar burocracias, o que não vemos em outros Estados”, completou.

Prefeitos animados 
Prefeito de Sulina, Paulo Horn explicou que a instalação da indústria fará uma grande diferença na vida da cidade, de aproximadamente quatro mil habitantes. “A obra está praticamente concluída. A expectativa é muito boa, com a possibilidade de ampliar os turnos de produção e assim criar mais empregos”, afirmou.


O prefeito de São Jorge D’Oeste, Gilmar Paixão, classifica a chegada da empresa como uma revolução para o município, de pouco mais de dez mil pessoas. “Para uma cidade essencialmente agrícola, essa conquista significa uma mudança muito grande. Empregos que melhoram situação social do município”, disse.


Na região Sudoeste, a Piracanjuba mantém uma plataforma de recebimento e resfriamento de leite arrendada do Sistema de Cooperativas do Leite da Agricultura Familiar (Sisclaf) no interior de Itapejara D’Oeste. Dali o leite captado de produtores da região segue para unidades industriais da Piracanjuba.

Mais sobre:

 
PDRI - Plano de Desenvolvimento Regional Integrado - Sudoeste do Paraná
Fone: +55 46 3524-0558