Governança

 O conceito de Governança ultrapassou os limites relacionados ao domínio empresarial. Avançou, inicialmente, para o contexto de organizações sem fins lucrativos. Ainda, progressivamente, apresenta-se como um instrumento relevante para o contexto mais amplo dos programas e políticas públicas, contribuindo para a coordenação de ações integradas que envolvem uma variedade de organismos públicos e privados, como também para o fortalecimento
da comunicação e transparência com a sociedade.
 Governança, segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), trata-se do sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas [...]. Em relação a seus princípios norteadores, pode-se descrevê-los como: transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade (IBGC, 2009).
 Guy Peters(2013) busca traduzir o papel daGovernança no setor público como o modo pelo qual as instituições se administram e regulam suas relações
com a sociedade mais ampla. Também, que o significado fundamental da mesma é dirigir a economia e a sociedade, visando objetivos coletivos; seu processo
envolve o descobrimento de meios para identificar metas e, consequentemente, como alcançá-las.
 Nesse patamar, programas que visam a implementação de políticas públicas, sejam a partir da integração de organismos públicos, ou por meio da atuação
sinérgica de parceiros públicos e privados, como é o caso do PDRI, buscam a efetividade preconizada por Nardes (2013, p. 127):  
“Melhorar a Governança, com efeito, significa ouvir a sociedade, planejar e coordenar melhor e de forma coerente, ter estruturas sólidas de controles internos e gestão de riscos, além de utilizar indicadores que possam ser mensurados e divulgados com total transparência, de modo que os resultados alcançados sejam amplamente conhecidos e discutidos pela sociedade”.
 Nesse sentido, o modelo de Governança do PDRI pode ser entendido como a maneira pela qual o Plano se torna um sistema gerenciável e se relaciona
com a sociedade do Sudoeste.
 Para que a Governança do PDRI consiga se tornar um sistema gerenciável, que busca a integração institucional em torno de ações coordenadas e estabelecidas coletivamente e, assim, atingir as metas estabelecidas, com a eficácia e a eficiência esperadas, procura-se estruturar a mesma de acordo com
as quatro funções fundamentais descritas por Guy Peters (2013): estabelecimento de metas coletivas, coerência e coordenação, implementação e, monitoramento e avaliação.



Entidades Parceiras


PDRI - Plano de Desenvolvimento Regional Integrado - Sudoeste do Paraná
Fone: +55 46 3524-0558